(21) 3129-1029      athenaginecologia@gmail.com    |   

Conheça os principais métodos contraceptivos

 

Os métodos contraceptivos são utilizados para evitar gravidez. São recursos muito antigos - conta-se que os egípcios já utilizavam espécies de tampões na vagina como uma barreira para impedir a passagem dos espermatozoides – e hoje em dia é possível escolher o método que melhor se adequa aos seus anseios e estilo de vida. O preservativo (popularmente chamado de camisinha, que também ajuda na prevenção contra DSTs) e a pílula anticoncepcional (método hormonal) estão entre os mais utilizados, mas há outras opções: 

Métodos contraceptivos de barreira removíveis

·       Diafragma - anel flexível feito de borracha que deve ser inserido na vagina em um período antes da relação sexual, devendo ser removido horas depois. Para aumentar a eficácia, utiliza-se o diafragma junto a um creme espermicida;

·       Dispositivo Intrauterino (DIU) - dispositivo de diferentes modelos, que deve ser inserido dentro do útero por um médico;

·      Espermicidas - pouco recomendados devido à baixa eficácia, são substâncias em forma de creme, espuma, gel ou comprimido que destroem os espermatozoides. Devem ser utilizados com preservativo ou diafragma.

Métodos contraceptivos hormonais

·      Injeção anticoncepcional - a contracepção é realizada através de uma injeção de hormônios mensal ou a cada três meses;

·      Adesivo anticoncepcional - libera hormônios através da pele;

·      Anel vaginal - pequeno anel flexível que contém hormônios, devendo ser introduzido na vagina durante um período.

·      Implante hormonal – pequeno bastonete inserido sob a pele que libera pequenas quantidades de hormônios. 

A pílula do dia seguinte é considerada um método contraceptivo de emergência - como um plano B - e só deve ser utilizada em casos de esquecimento da pílula, falha da camisinha ou esquecimento desta. Sua eficácia é maior nas primeiras 24 horas após o ato sexual e vai sendo reduzida à medida que o tempo passa.

Antes de iniciar qualquer método anticoncepcional, é preciso realizar uma consulta com o ginecologista. Após uma avaliação clínica, ele ajudará você na escolha da melhor opção. 

Fonte: Medical Site

 

 

03 de Setembro de 2020

Marina Peres Monteiro de Souza Barroso - Doctoralia.com.br