(21) 3129-1029      athenaginecologia@gmail.com    |   

Semana Mundial de Aleitamento Materno - A importância de incentivar a amamentação

A Semana Mundial de Aleitamento Materno é consequência de uma luta mundial pela sobrevivência, proteção e desenvolvimento da criança, como forma de combate da mortalidade infantil no mundo. Criada em 1992 pela Aliança Mundial de Ação pró-Amamentação (WABA), a Semana Mundial é considerada um veículo importante para promover a amamentação, sendo realizada em 120 países e oficialmente celebrada de 1 a 7 de agosto. A WABA define o tema do ano, que pode ser adaptado em cada nação para que os melhores resultados sejam alcançados.

A iniciativa também visa promover as metas da “Declaração de Innocenti”. Trata-se de um documento criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) que defende o direito de toda criança à amamentação e o da mulher em amamentar no trabalho e em locais públicos. É adotado por diversos países - entre eles, o Brasil. Por aqui, com o apoio de Organismos Internacionais, Secretarias de Saúde Estaduais e Municipais, Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, Hospitais Amigos da Criança, Sociedades de Classe e ONGs, o Ministério da Saúde coordena o evento desde 1999. 

Em 2019, a Semana Mundial de Aleitamento Materno propõe uma abordagem inclusiva com o slogan “Capacite os pais e permita a amamentação, agora e no futuro!”. O objetivo é enfatizar a importância de que toda a família - incluindo os colegas de trabalho e a comunidade - se envolva no processo e não apenas a mãe. Assim é possível que a amamentação aconteça como deve ser: sendo a única fonte de alimentação e desenvolvimento do bebê nos primeiros seis meses de vida.

Ainda há muitas barreiras para que isso aconteça. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, somente 40% das crianças têm amamentação exclusiva nos seis primeiros meses de vida. É preciso informar a sociedade sobre a íntima relação que existe entre a proteção social parental e a amamentação, bem como construir políticas que garantam a pais e mães licença remunerada com financiamento público, assim como legislação e locais de trabalho amigáveis. Afinal, quase todos nós fomos amamentados ou vamos precisar amamentar um dia - é o ciclo da vida.  

Por isso, amamente seu filho e contagie as pessoas ao redor com essa ideia!

Fonte: Medical Site

01 de Agosto de 2019

Marina Peres Monteiro de Souza Barroso - Doctoralia.com.br